Previsão do Tempo
Bauru
Cultura

Colóquio de Moda terá desfile inclusivo

Estilista João Pimenta vai mostrar diferentes belezas; evento faz parte do 13º Colóquio de Moda, que será realizado no campus de Bauru da Unesp

10/10/17 07:00
Fotos: Divulgação
Izabela Oliveira foi uma das interessadas em fazer parte do desfile do estilista João Pimenta (foto dele abaixo)
Promovido pela Unesp, o 13º Colóquio de Moda traz a Bauru estilista João Pimenta, que fará um desfile inclusivo

Entre os dias 11 e 15 de outubro, Bauru sedia pela primeira vez o 13º Colóquio de Moda. Promovido pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em parceria com a Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (Abepem), o Colóquio consolidou-se como o principal espaço de troca de informações entre pesquisadores, estudantes, empresários e profissionais da área do Brasil e Exterior. 

Neste ano, entre nomes de destaque está o estilista brasileiro João Pimenta, que assina desfile inclusivo. A escolha dos modelos aconteceu na última sexta-feira, com a participação de moradores da cidade. Cinquenta e seis pessoas de várias etnias, gênero, estatura, peso e idade participaram da seletiva.

Simone Soriano, jornalista de moda, sócia-diretora do Grupo Gens e uma das responsáveis por escolher o casting do desfile juntamente com o estilista João Pimenta, destaca que a seleção não levou em conta as características das pessoas, já que o objetivo do desfile será valorizar a inclusão e as diferentes características. "É possível mostrar diferentes belezas dentro da coleção e da proposta de um designer tão famoso como João Pimenta."

A proposta de inclusão foi o que motivou grande parte dos inscritos a se dirigirem à Unesp. É o caso de Maria Inês Ribeiro, aposentada, 63 anos, integrante do projeto Universidade Aberta à Terceira Idade. "Vim enfrentar uma coisa para sair da minha zona de conforto e ter um desafio novo na minha vida. Vim pela experiência única na minha vida. Vou contar para os meus filhos e vai ser muito bom", descreveu.

MOTIVAÇÃO

Já Camila dos Santos Luiz, que é negra, se sentiu motivada a participar por se identificar na inclusão em diversos pontos. "Por conta da questão de gênero, de posição social, da minha idade (tenho 28 anos e na maioria das vezes o processo seletivo é de 18 a 25) e também pela etnia, claro", afirmou. Para ela, uma mulher negra ter a possibilidade de desfilar as roupas de João Pimenta é relevante e vai quebrar paradigmas. "Pode ser que esse seja o primeiro desfile que quebre todos o tabus, principalmente de etnia."

Rafael Faria Abrão tem 25 anos e é baixo, o que foge dos padrões atuais da passarela. "Ter a oportunidade de me apresentar, mesmo sendo muito baixinho, é muito bacana". Segundo Rafael, o desfile é muito importante tanto do ponto de vista comercial quanto da inclusão pois, assim, as pessoas acabam se vendo na passarela. "Acabam vendo que tem uma certa preocupação em ter essas pessoas incluídas e representadas."

Já João Ricardo Pessutti, estudante da Unesp, 22 anos, "sonda a carreira de modelo plus size". Para ele, tornar a moda mais inclusiva é "não fazer mais do que a obrigação", mas reconhece que não se pode cobrar pioneirismo de ninguém. "Quando uma pessoa começa a mudar as coisas, temos que apoiar e ficar feliz por isso, não só por aceitar modelos plus size, mas de outras etnias e idades. Isso deveria ser normal, mas já que não acontece, quando acontece é maravilhoso."

"O desfile será histórico dentro da estação, vai resgatar um pouco da história, valorizando as pessoas de Bauru e da universidade",  afirma Simone Soriano.

O evento acontecerá como parte da programação do 13º Colóquio de Moda, que acontecerá entre os dias 11 e 15 deste mês, na Unesp, campus Bauru, e é fechado. Sendo assim, a participação é garantida através da inscrição no site http://www.coloquiomoda.com.br/inscricao.php e pagamento da taxa.

VOCÊ SABIA?

O 13º Colóquio de Moda em sua 10ª edição Internacional é um congresso científico que congrega o 12º Fórum das Escolas de Moda Dorotéia Baduy Pires e tem como evento paralelo o 4º Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Design e Moda. O evento tem como principal objetivo promover a troca de conhecimentos a respeito do estado da arte, da ciência e da tecnologia desenvolvidas por meio da produção científica nacional e internacional no campo da Moda e em suas inter-relações.

Ler matéria completa
Mais notícias em Cultura
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo