Previsão do Tempo
Bauru
Economia

Economistas veem alta de juros do Fed em junho, mas se dividem sobre futuro

08/06/17 15:00
Estadão Conteúdo

Economistas acreditam, de forma quase unânime, que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) deve elevar os juros na próxima reunião de política monetária, na semana que vem, mas se dividem sobre qual o calendário depois disso. 

Segundo levantamento do Wall Street Journal com 60 economistas da academia e do mercado, a parcela que espera um aperto monetário este mês subiu a 93,2%, de 88,1% no mês anterior.

Por outro lado, 54,2% dos entrevistados espera um novo aumento de juros em setembro. Cerca de um terço, ou 33,9%, acredita que ela se dará somente em dezembro.

Em março, as autoridades do Fed elevaram os juros para a banda entre 0,75% e 1,0%, sinalizando ainda outros dois apertos monetários este ano.

O dirigentes agora precisam ponderar diversos fatores, como as incertezas sobre a medidas de estímulo prometidas pelo presidente Donald Trump, sinais mistos da economia e a pujança do mercado de trabalho local.

"O período entre junho e dezembro deve ser usado para avaliar os dados e os riscos do mercado", afirmou Derek Holt, do Scotiabank.

Os economistas consultados também se dividiram em relação ao momento em que a instituição pode anunciar a redução de seu balanço, que atualmente ronda a casa dos US$ 4,5 trilhões. 42,1% dos entrevistados afirmou que o movimento pode ser anunciado em dezembro, enquanto 24,6% acreditam que o anúncio virá mais cedo, em setembro.

Ler matéria completa
Mais notícias em Economia
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo