Previsão do Tempo
Bauru
Geral

Cerca de 510 mil paulistas estão com o título de eleitor cancelado

Sem documento, pessoa fica impedida de obter passaporte, inscrever-se em concurso público e assumir cargo ou função governamental, por exemplo

18/06/17 07:00
Divulgação
Quem ainda tiver pendência deverá procurar o cartório eleitoral e, por meio de agendamento, fazer novo título de eleitor

Em São Paulo, dos 529.818 eleitores cujos cadastros estavam sujeitos ao cancelamento, mais de 95% não quitaram suas pendências e tiveram o título de eleitor automaticamente cancelado pela Justiça Eleitoral, em maio. Esse número representa 1,61% do eleitorado total do Estado. O prazo para regularização de quem não votou nem justificou a ausência às urnas nas três últimas eleições terminou no último dia 2 de maio.

A cidade de São Paulo somava 118.073 documentos irregulares, de um total inicial de 122.716. No País, o percentual de regularizados foi de 3,38%, totalizando 1.898.472 títulos eleitorais passíveis de cancelamento. Em comparação com o último procedimento de regularização do cadastro realizado, o percentual de eleitores que procuraram os cartórios eleitorais de São Paulo dentro do prazo manteve-se praticamente constante: foram 3,91% em 2015 e 3,65% em 2017.

O eleitor que opta por votar, mas não tem obrigatoriedade legal (idosos, jovens entre 16 e 18 anos, analfabetos, pessoas com deficiência para as quais o cumprimento das obrigações eleitorais seja impossível ou extremamente oneroso) não entra neste quantitativo. Como o seu voto é facultativo, não está sujeito a cancelamento.

CONSEQUÊNCIAS

Com o título eleitoral cancelado, o eleitor fica impedido de obter passaporte, inscrever-se em concurso público, assumir cargo ou função pública, renovar matrícula em estabelecimentos oficiais de ensino, obter empréstimos em bancos públicos e até mesmo receber salário (em caso de servidor público), entre outros impedimentos, informa a assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

O eleitor que tem a necessidade do documento deve procurar o seu cartório eleitoral para regularizar as pendências e, por meio de agendamento, fazer novo título.

A depuração do cadastro é feita em todo o País no ano posterior às eleições e tem como finalidade a atualização do cadastro nacional de eleitores. Para consultar a sua situação eleitoral acessar http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/situacao-eleitoral/titulo-e-local-de-votacao

Ler matéria completa
Mais notícias em Geral
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo