Previsão do Tempo
Bauru
Geral

Spinners protagonizam encontro

Dezenas de crianças se reuniram no Bauru Shopping, nesse domingo (18), para participar de brincadeiras e competições envolvendo manobras com brinquedo

19/06/17 07:00
Tisa Moraes
Fotos: Aceituno Jr
Pedro Henrique Dias Postigo de 7 anos pratica manobras
João Vitor Kintschev construiu fidgets com correntes de bike

Nova moda entre crianças e adolescentes, o hand spinner foi o protagonista de um encontro realizado na tarde desse domingo (18), no Bauru Shopping. Dezenas de crianças se reuniram no terceiro piso do complexo de compras para participar de brincadeiras e competições envolvendo manobras com o brinquedo.

Também conhecido com fidget spinner, o equipamento nada mais é do que uma roldana de plástico ou alumínio com rolamentos e três pontas giratórias, que são impulsionadas pelos dedos. Alguns especialistas afirmam que ele pode ter efeitos terapêuticos, como diminuição de ansiedade e auxílio na capacidade de concentração, mas algumas escolas ao redor do mundo chegaram a proibir a utilização do brinquedo, argumentando que ele se tornou uma distração em sala de aula.

Apesar das polêmicas envolvendo os hand spinners, o certo é que ele se tornou o passatempo preferido de muitas crianças. É o caso do pequeno Fernando Belizário Gonçalves Clementino, 8 anos, que conta ter sido um dos primeiros a ganhar um spinner entre os amigos do colégio.

"Hoje, eu tenho quatro. Cada um serve para uma coisa. Para competições de qual gira mais rápido ou para competições de manobra", revela ele, que já consegue equilibrar o brinquedo em apenas um dos dedos, além de mudar o fidget em rotação de uma mão para outra.

"É o brinquedo que eu mais gosto, porque é antiestresse. Quando você não está fazendo nada, é bem legal ficar rodando", completa. Quase todas as crianças apaixonadas pelos hand spinners obtém informações sobre como brincar com ele e sobre a variedade de modelos na Internet. Fernando, por exemplo, descobriu que é possível deixar o equipamento mais rápido aplicando óleo nos rolamentos deixa.

FEITO EM CASA

Já João Vitor Kintschev, 12 anos, descobriu como construir seus próprios fidgets utilizando correntes de bicicleta. "Fiz cinco sozinho, aprendendo com dicas de vídeos do Youtube e tenho outros três comprados, um diferente do outro", conta.

Assim como João Vitor, Pedro Henrique Dias Postigo, 7 anos, também participou das competições, ontem. Apenas há duas semanas praticando, ele conta que já aprendeu até mesmo a trocar o spinner de mãos enquanto ele gira. "Eu pratico as manobras todos os dias e levo, às vezes, para a escola. Quase todos os meus amigos, principalmente os meninos, têm", revela.

No encontro, os participantes fizeram demonstrações com os tipos mais diferentes de fidgets - feitos de ferro, plástico, sem rolamentos nas pontas, com luzes de LED e temáticos, como os alusivos aos super-heróis.

Coordenador de marketing do Bauru Shopping, Daniel Lima conta que esta foi a primeira vez que o empreendimento promoveu um encontro de hand spinner, justamente em razão da febre em que o brinquedo se transformou entre a garotada. "Já tínhamos realizado um encontro de tênis de rodinhas e foi um sucesso. E hoje (ontem) sorteamos cinco spinners entre as crianças que participaram das brincadeiras, que foram cedidos pelas lojas que comercializam o equipamento", diz.

Ler matéria completa
Mais notícias em Geral
As mais compartilhadas no Face
voltar ao topo