Previsão do Tempo
Bauru
Entrelinhas

Entrelinhas

“...NO FREIO”
 
Com humor, mas sem perder de vista a extrema preocupação com o importante tema, um vereador governista lançou mão de um trecho da canção gravada por César & Paulinho
para dizer que tem de “cair a ficha” do governo em relação à situação financeira do município: “PQP, pisa no freio Zé...”. Enquanto isso, segue-se falando em gastar...
 
REALIDADE
 
Já para um político próximo ao governo o prefeito e alguns de seus assessores mais diretos precisam adotar duas mudanças de postura. Uma é o de entender que “ele já venceu a eleição e agora é só governar”. A segunda é o de “parar de prometer e partir para explicar o que terá de ser adiado por falta de verba”.
 
MÁQUINAS
 
Mesmo com a enorme dívida da Cohab, a receita estagnada e o aumento de despesas em várias frentes, no bastidor saiu o ruído de que Gazzetta ainda está pronto para enviar à Câmara projeto de lei para ter aval para gerar dívida de R$ 15 milhões, por financiamento, para comprar máquinas para as unidades de subprefeituras.
 
MÉDICOS
 
E a promessa de contratar, em curto prazo, mais pediatras para atendimento nas UPAs não esbarra só na falta de verbas para sustentar a medida. Para o serviço 24 horas e em todas as unidades anunciadas, a despesa seria muito maior que os R$ 3 milhões anunciados. A conta seria de mais de R$ 8 milhões.
 
O CUSTO
 
Portanto, a contratação de pediatras pode custar mais do que o dobro do inicialmente informado. Se todos os plantões forem preenchidos, através da Fundação Regional de
Saúde, a UPA do Ipiranga custará R$ 3 milhões por ano, mesmo valor na UPA do Mary Dota. No Geisel/Redentor, a prefeitura já considera que o valor está incluso nos R$ 5 milhões necessários para contratar pediatras e clínicos para a unidade.
 
MUDANÇA
 
Por fim, a UPA do Bela Vista receberá, no segundo semestre, os pediatras que atendem atualmente no PAI, que será reformado, dentro do projeto de um novo Pronto-Socorro Central. Estes são médicos contratados diretamente pelo município. O prefeito Clodoaldo Gazzetta diz que os R$ 6 milhões podem não ser gastos, pois dependem do preenchimento de toda a escala pela Fundação, mas que o projeto de lei já vai com estes valores. A Câmara
começa a analisar nesta semana.
 
BOA NOTÍCIA
 
A aprovação por parte do Congresso Nacional da mudança na cobrança do ISS nas operações do cartão de crédito foi bem recebida na Prefeitura de Bauru. Resta a sanção presidencial para que o imposto seja recolhido no município em que ocorre a operação e não mais na sede da empresa controladora do cartão.
 
MAIS RENDA
 
Bauru vai se beneficiar e existe a expectativa de aumentar em até R$ 5 milhões anuais a arrecadação com o tributo, mas a Secretaria de Finanças ainda faz as contas para saber o valor exato. No ano passado, o município arrecadou R$ 86 milhões com o ISS, e neste ano os valores cresceram pouco até agora.
voltar ao topo