Previsão do Tempo
Bauru
Entrelinhas

Entrelinhas

Coca e tubaína

Com o intuito de cumprimentar outros contemplados com bolsa de estudos para cursar medicina na Uninove, além dos três visitados anteontem, o prefeito Clodoaldo Gazzetta, o titular da Saúde, José Eduardo Fogolin, o vice Toninho Gimenez, a primeira-dama Lázara Gazzetta e toda equipe da prefeitura não tiveram tempo nem para o almoço, ontem. Ficaram no salgado, Tubaína e Coca-cola para conseguir bater às portas de cada um.

Satisfação total

A emoção da noite de sexta-feira os estimulou ontem. Fogolin, por exemplo, comentou que nem quando esteve no Haiti, em missão pelo Mistério da Saúde, passou por uma situação que mexesse tanto com ele. Por cinco horas, a equipe se deslocou por vários bairros para entregar estetoscópio e jalecos aos futuros médicos que, agora, terão rotina e curso de vida alterados pela possibilidade aberta no município e prevista no Programa Mais Médicos.

Vice mobiliza

O vice-prefeito Toninho Gimenez se sensibilizou com a situação do bolsista Lucas Octaviano Cinchetto, 21 anos. Para sobrevier em Bauru, depende de estágio que, agora, deverá ser abandonado para que possa fazer o curso de medicina. Diante dessa dura realidade, deixou o telefone pessoal para que possa ajudá-lo. Na oportunidade, Toninho também afirmou que fará uma campanha com empresários para comprar computador a todos os contemplados.

Janela partidária

Com a aproximação da abertura da janela partidária (período em que o parlamentar pode mudar de partido sem perder o mandato), já houve, na última semana, uma movimentação na Câmara Municipal. Conforme apurado pela Coluna, sete vereadores de Bauru demonstram interesse em trocar de legenda já em março de 2018, quando a medida (janela) deve passar a vigorar no País. Há muita conversa de bastidores.

Candidaturas locais

A 'reviravolta' pela qual alguns partidos passarão é reflexo da estratégia de alguns vereadores que estão se reunindo em torno de candidaturas locais, com a intenção de concorrer ao cargo de deputado (estadual ou federal) no pleito de 2018 ou que já pensam na disputa à Prefeitura de Bauru no ano de 2020.

Demissões na ETE

Os vereadores Manoel Losila (PDT) e Carlinhos do PS (PV) visitaram as obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) nesta sexta-feira e ficaram preocupados com o que apuraram com o diretor da COM Engenharia, empresa responsável pela construção. Ele (diretor) sinalizou aos parlamentares que, nesta semana, ao menos 25 funcionários devem ser demitidos. Atualmente, em torno de 100 atuam nos serviços.

Poderá parar

Segundo Losila, não há mais projetos executivos para colocar em prática na ETE. "A empresa está na dependência de o DAE disponibilizar outros projetos para que eles executem. Quando começou a obra, eram 250 pessoas trabalhando. O quadro vem reduzindo cada vez mais. Se não chegarem novos projetos, a obra pode parar, pois não haverá mais o que fazer", alertou o vereador, ressaltando que o assunto está entre os que deverão pautar a sessão da Câmara desta segunda-feira.

voltar ao topo