Previsão do Tempo
Bauru
Entrelinhas

Entrelinhas

Da Redao

Climão

O clima entre o Palácio das Cerejeiras e o DEM não é dos melhores. Na semana passada, o vereador José Roberto Segalla carregou nas críticas, e nas redes sociais chegou a chamar a gestão Clodoaldo Gazzetta (PSD) de "(des) governo". Chiara Ranieri também tem feito críticas ao mandato atual. Os demistas controlam uma pasta, a Semel, que tem à frente Luís Faustini.

Liderança

A relação entre DEM e Gazzetta teve como momento mais difícil o imbróglio envolvendo a inscrição de Bauru nos Jogos Regionais, em julho. Antes, Chiara já havia deixado a liderança do prefeito no Legislativo, mas oficialmente o partido segue na base aliada. O posto de líder na Câmara é ocupado desde o meio do ano por Markinho Souza, do PP, sigla que tem se mostrado a mais próxima ao governo, junto com o próprio PSD.

Necessário

Na semana passada, Markinho e Fábio Manfrinato, ambos do PP, foram até Brasília e se encontraram com o deputado federal Ricardo Izar Jr., pedindo ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, o credenciamento do Hospital de Base como unidade de ensino. O secretário José Eduardo Fogolin acompanhou. Diante do cenário econômico, a intervenção política é vista como necessária para viabilizar o pedido, e foi elogiada por Telma Gobbi (SD), presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal.

Demora

Carlão do Gás (PMDB) pediu que a prefeitura seja mais ágil ao responder pedidos dos vereadores. Segundo ele, alguns estão esperando há meses. O peemedebista citou até o caso de uma praça no PVA que aguarda melhorias, e é alvo de cobrança dos familiares do patrono da mesma. "Desse jeito, é melhor nem propor mais nome, porque constrange a família do homenageado", frisou.

Apocalipse

Já na votação do projeto de lei que torna obrigatório os Hinos do Brasil e de Bauru em todas as escolas municipais, Sandro Bussola (PDT) recorreu até a um versículo bíblico para ironizar uma resposta evasiva do Poder Executivo a um questionamento de Chiara Ranieri (DEM). Bussola falou de um trecho do livro do Apocalipse, e lembrou que os posicionamentos devem ser firmes, "quente ou frio, mas não morno".

Gênero

Ricardo Cabelo (PPS) mostrou um vídeo em que questiona o que chamou de "ideologia de gênero" em escolas. O tema acabou gerando uma reação de Markinho Souza, que rebateu e disse não haver esse termo em livros oficiais do MEC ou de outros órgãos oficiais de ensino. Cabelo disse respeitar os homossexuais, mas que considera errado a tentativa de "impor uma ideologia".

Renovado

O prefeito Clodoaldo Gazzetta renovou o contrato com a empresa Cidade Sem Limites, que opera parte do sistema de transporte coletivo de Bauru. O contrato, assinado em 2009, terminou em setembro, e podia ser ampliado por mais dois anos. O chefe do Executivo afirma que fará uma licitação em 2019, já com apontamentos de um novo formato do sistema de transporte, e possibilidade de concessão por 20 anos. O outro lote, que é da Grande Bauru, foi licitado em 2014 e vai até 2022.

voltar ao topo