Previsão do Tempo
Bauru
Tribuna do Leitor

60 milhões de inadimplentes

Ataídes Pereira Nogueira

Tendo sido divulgado que existem 60 milhões de brasileiros inadimplentes, ou seja, aqueles que não conseguiram pagar suas contas em dia, essa grande quantidade de pessoas que assumiram compromissos financeiros e deixaram de honrar suas dívidas são vítimas de uma avaliação pessoal irreal e, principalmente, por serem submetidas a taxas de juros elevadíssimas, consideradas não civilizadas.

Acho que o principal motivo da inadimplência reside na falta de critérios mais adequados à capacidade de endividamento do cliente na hora da concessão do crédito. Estudos indicam que o comprometimento da renda deveria limitar-se a 30%, proporcionando, assim, uma melhor distribuição e controle dos gastos mensais. Por que não usar o CPF para impedir que o usuário contraia dívida no mercado, evitando, assim, ultrapassar o limite recomendável?

Acredito que há uma exagerada oferta de dinheiro por diversos meios, tais como panfletos, ligações telefônicas, revistas, jornais, além da facilidade para a obtenção de valores superiores ao orçamento. Essas campanhas acabam por induzir a pessoa a pegar o dinheiro sem a devida necessidade e urgência.

Valendo-se dessa política, é possível entender que para os bancos é muito vantajoso conceder empréstimos sem uma análise prévia mais cuidadosa, correndo o risco de não receber, mantendo-se as taxas absurdas de juros para compensar a falta de pagamento.

 Consumidores menos avisados e pela ausência de orientação devem se policiar para não entrarem nessas "facilidades", que podem ser verdadeiras armadilhas.

Devemos estar sempre atentos para resistirmos aos impulsos, evitando, dessa forma, situações muitas vezes humilhantes.

voltar ao topo