Previsão do Tempo
Bauru
Esportes

Basquete: Duelo de bastidores

Sendi/Bauru tenta sediar a segunda fase da Liga das Américas, e tem disputa direta com o Guaros de Lara pela aprovação da Fiba, que deve decidir nos próximos dias

13/02/18 07:00
Thiago Navarro
Victor Lira/Bauru Basket
Kendall Anthony fechou a partida com 19 pontos contra o Guaros de Lara, da Venezuela

O Sendi/Bauru conquistou no último fim de semana a classificação para a segunda fase da Liga das Américas, como sede do Grupo D da primeira fase, conquistando duas vitórias, sobre o San Salvador (El Salvador) e o Correcaminos (Panamá), e sofrendo uma derrota, para o Guaros de Lara (Venezuela).

Agora, depois de sediar a primeira fase, Bauru tem o interesse em receber também a segunda fase, prevista para ocorrer entre 9 e 11 de março. O Dragão enfrentará novamente o Guaros e ainda os argentinos Estudiantes Concordia e Regatas Corrientes. Como o outro grupo da segunda fase já será na Argentina, a Fiba Américas pretende levar a sede da chave bauruense para a Venezuela ou mandar novamente no Ginásio Panela de Pressão, que teve boa avaliação na organização.

A diretoria do Bauru Basket já comunicou aos dirigentes da Fiba Américas o interesse em receber a segunda fase. A equipe tem o apoio da Prefeitura de Bauru, que investiu R$ 58 mil na primeira etapa, e o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) já afirmou que ajudará com o mesmo montante caso a segunda fase seja na cidade, custeando a hospedagem e alimentação das outras equipes.

O presidente do Bauru Basket, Beto Fornazari, acredita que as chances são boas. "Como o outro grupo será na Argentina, dificilmente a Fiba Américas vai querer levar a nossa chave para lá, então em tese a disputa mais direta é entre Bauru e Barquisimeto, na Venezuela. Já avisamos que temos a intenção de sediar, até porque na primeira fase atendemos e até superamos os requisitos solicitados pela organização", lembra.

O Guaros de Lara já sediou até o Final Four da Liga das Américas em outros anos, mas há alguns fatores que podem pesar a favor do Bauru desta vez. Um deles é a instabilidade política e econômica da Venezuela, que se agravou nos últimos meses, e também a logística de Barquisimeto, cidade do Guaros, que não tem voos comerciais para a capital Caracas, obrigando os clubes e a organização da Fiba a viajarem cinco horas de ônibus. Já Bauru possui voo direto para São Paulo, e para quem optar por transporte terrestre, rodovias totalmente duplicadas até a capital do estado. A Fiba Américas deve divulgar a sede da segunda fase até o começo da semana que vem.

AVALIAÇÃO

As oito equipes classificadas para a segunda fase foram divididas em dois grupos. No Grupo E estão o San Lorenzo (Argentina), Ferro (Argentina), Fuerza Regia (México) e Mogi (Brasil), com jogos entre os dias 2 e 4 de março, em Buenos Aires, na Argentina, na casa do San Lorenzo. No Grupo F estão Estudiantes Concordia (Argentina), Regatas Corrientes (Argentina), Guaros (Venezuela) e Bauru (Brasil), com jogos entre 9 e 11 de março, em local a ser definido. Os dois primeiros de cada grupo avançam para o Final Four, que será nos dias 24 e 25 de março.

Bauru enfrentará o Regatas no dia 9, o Guaros no dia 10, e o Estudiantes dia 11, ainda sem definição de horários. Para o técnico Demétrius Ferracciú, a tendência é de um grupo equilibrado na segunda fase. "Acho que não terá favoritos, todos os times que chegam nesta etapa tem condição de ir para o Final Four. Eu vejo o Guaros um pouco na frente pelo entrosamento que eles já têm, são os atuais campeões da Liga Sul-Americana e da Liga das Américas, vários jogadores da seleção da Venezuela e reforçado por estrangeiros de qualidade. Mas todas as equipes podem se classificar", afirma.

O treinador espera contar com o elenco completo na segunda fase, pois na primeira fase não teve o ala Alex Garcia, com uma colite, e o pivô Rafael Hetthseimeir atuou sem a sua condição ideal, em função de um desconforto muscular. Antes da sequência da Liga das Américas, Bauru jogará pelo Novo Basquete Brasil (NBB), com dois jogos já nesta semana.

Próximo adversário é o Minas no NBB

O Bauru volta a jogar pelo Novo Basquete Brasil (NBB) na quinta-feira (15), às 19h, contra o Minas, fora de casa. Em seguida, enfrenta o Flamengo, no sábado , às 14h, novamente fora. Para esses jogos, o técnico Demétrius Ferracciú possivelmente ainda não contará com o ala Alex Garcia, pois o período de recuperação foi estimado em dez dias. Já o pivô Rafael Hettsheimeir deve atuar normalmente. Ele foi poupado na última rodada da Liga das Américas, mas não preocupa para o NBB.

O Bauru está atualmente na quinta colocação, e depois das duas partidas como visitante, o time terá um período sem atuar, pois o campeonato vai parar por conta das datas da Fiba, com jogos das seleções nas Eliminatórias do Mundial. No retorno, alguns jogos podem ter datas alteradas, devido a participação do clube na segunda fase da Liga das Américas.

Com ambas as equipes já classificadas para a próxima fase da Liga das Américas, mas com a primeira posição do Grupo D da competição em jogo, o Bauru perdeu para o Guaros de Lara, bicampeão do torneio, por 93 a 88 e acabou ficando com a segunda colocação na chave. O duelo foi realizado no domingo, no Ginásio Panela de Pressão.

Bauru teve visibilidade

Com a realização da Liga das Américas de Basquete, Bauru teve visibilidade internacional. Os jogos realizados no Ginásio Panela de Pressão foram transmitidos para toda a América Latina, pela DirecTV, detentora dos direitos de transmissão. No Brasil, a competição é retransmitida pelo Sportv. O investimento direto do município foi de R$ 58 mil, em hospedagem a alimentação das equipes, enquanto o clube arcou com o transporte e a logística da organização da Fiba Américas. A prefeitura considerou o investimento com boa relação de custo benefício, e já autorizou a liberação de verba igual caso Bauru consiga sediar a segunda fase.

 

Ler matéria completa
Mais notícias em Esportes
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo