Previsão do Tempo
Bauru
Geral

Justiça autoriza grupo de ex-funcionários a vender imóvel da ECCB

Dos 847 trabalhadores prejudicados, cerca de 700 ainda aguardam os valores

16/05/18 07:00
Cinthia Milanez
Malavolta Jr.
Valter Cardoso diz que a reivindicação já se arrasta por 16 anos

O Grupo Ex-ECCB Unidos, formado por antigos funcionários da extinta Empresa Circular Cidade de Bauru (ECCB), conseguiu, na Justiça, autorização para vender o prédio da instituição, na quadra 1 da avenida Aureliano Cardia, para, finalmente, quitar as dívidas trabalhistas, reivindicação que já se arrasta por 16 anos.

Segundo o representante do grupo, Valter Cardoso, os ex-funcionários ingressaram com uma ação junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 15.ª Região (TRT-15) solicitando que fossem nomeados depositários do imóvel, que estava abandonado e, com isso, perderia o seu valor no decorrer do tempo. 

"O pedido foi acatado pelo juiz Edson da Silva Júnior e o grupo montou uma comissão para cuidar da venda do prédio, avaliado em quase R$ 22 milhões", complementa.

Conforme o JC já noticiou, quando a ECCB perdeu a licitação para operar o transporte coletivo do município, os funcionários foram demitidos sem receber os dias trabalhados e as verbas rescisórias. Após a intervenção da Justiça, apenas o FGTS foi liberado.

Dos 847 trabalhadores prejudicados, Cardoso calcula que aproximadamente 700 ainda aguardam pelos valores a que têm direito. Em cálculos atuais, o débito chega a R$ 33 milhões.

Como o valor do imóvel não chega ao total da dívida, o representante do grupo afirma que haverá uma assembleia para decidir se dará continuidade ou não ao processo, com o intuito de receber todo o valor.

O grupo contratou um vigilante e realiza a manutenção do local frequentemente. Além disso, os ex-funcionários fizeram um vídeo, mostrando as instalações para possíveis compradores. As imagens estão disponíveis na página Ex-ECCB Unidos, no Facebook. Mais informações poderão ser obtidas através do telefone de Cardoso, que é o (14) 99794-6410.

Ler matéria completa
Mais notícias em Geral
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo