Previsão do Tempo
Bauru
Geral

Semana da Conciliação: quase R$ 3 milhões e 94 acordos em Bauru

Mutirão da Justiça do Trabalho ocorreu em todo o País entre 21 e 25 de maio

13/06/18 07:00

Na 4.ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, realizada de 21 a 25 de maio sob coordenação do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), os 24 Tribunais Regionais do Trabalho do País atingiram o recorde de R$ 847.640.688,65 em valores homologados aos trabalhadores. Em Bauru, foram 94 acordos em 269 audiências, resultando em R$ 2,89 milhões.

O resultado atingido em todo o País supera em 16,2% a marca da edição anterior do evento, quando as homologações totalizaram R$ 728,92 milhões. Os 30.453 acordos celebrados na Semana de 2018 representam 14,8% mais do que os 26.527 do ano passado.

O TRT da 15.ª Região, que havia registrado R$ 198,76 milhões homologados aos trabalhadores no ano passado, desta vez somou R$ 203.552.785,70 ( 2,4%), garantindo pela quarta vez seguida a primeira colocação entre os 24 tribunais.

O TRT-15 respondeu por 24% do montante nacional. Do total homologado na 15.ª, R$ 114.096.203,88 vieram de processos já em fase de liquidação ou execução.

Segundo o CSJT, durante os cinco dias, 184.037 pessoas foram atendidas em toda a Justiça do Trabalho brasileira, em 80.456 audiências, o equivalente a 93% de todas as 86.462 audiências de conciliação trabalhista realizadas no Brasil de janeiro a abril deste ano. Na Semana de 2017, foram 71.940 audiências.

Em número de acordos, o TRT-15 também liderou. Foram 6.577 bem sucedidas tentativas de conciliação na 15.ª no período (21,6% do total em todo o País), ante 4.250 de um ano antes ( 54,75%).

Também chama a atenção na 15.ª o volume de êxito nas audiências: 6.234 processos, 44,6%, resultaram em conciliação nas 13.990 audiências realizadas no 1.º grau de jurisdição. Considerados os dois graus de jurisdição, o TRT-15 alcançou 45% de êxito nas 14.615 tentativas de conciliação ocorridas na Semana (contra 11.045 de um ano antes), quase dois pontos percentuais acima da média nacional.

Ler matéria completa
Mais notícias em Geral
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo