Previsão do Tempo
Bauru
Polícia

Em 1 ano, registros de maus-tratos a animais crescem 25%

De janeiro a novembro de 2018, a polícia registrou 396 ocorrências, em Bauru, contra 317 no mesmo período do ano anterior

12/01/19 07:00
Cinthia milanez
Alex Mita/JC Imagens
O delegado Dinair da Silva acredita que a midiatização de casos extremos estimula as denúncias

Em pleno século 21, o ser humano ainda é capaz de cometer barbáries indescritíveis contra os animais. Tanto que, em Bauru, os casos de maus-tratos tiveram um aumento de 25%. Para se ter ideia, de janeiro a novembro de 2018, a Polícia Civil do município registrou 396 ocorrências do tipo, contra 317 no mesmo período do ano anterior.

O delegado Dinair José da Silva, que é titular de Crimes Ambientais da Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Bauru, investiga casos assim há anos. Inclusive, um deles marcou a sua vida.

Uma família, que morava no Jardim Bela Vista, simplesmente abandonou um lhasa apso nas ruas, porque decidiu viajar. O animal, então, conseguiu retornar à casa. No quintal, havia um carrinho de bebê, onde ficou até morrer de fome e sede. "Quando os proprietários chegaram, ele já tinha morrido", relata.

Infelizmente, esta ocorrência não é isolada. Conforme o JC já noticiou, um vira-latas de apenas 3 meses foi enterrado vivo no dia 26 de outubro, no Alto Paraíso, em Bauru.

O cãozinho, batizado de Tatu justamente por ter sido resgatado debaixo da terra, foi encontrado por duas crianças em um terreno baldio. O animal estava só com a cabeça para fora e chorava muito, porque a chuva caía sem piedade.

Então, um dos garotos entrou em contato com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que, inicialmente, encarou a ligação como um trote. Em seguida, o menino chamou os pais, que ratificaram a denúncia junto ao órgão.

Imediatamente, a equipe de fiscalização de maus-tratos do CCZ, composta por dois servidores, foi até o local e desenterrou o filhote. Ao lado do cão, havia mais um animal, na mesma situação, porém, ele já estava morto quando o socorro chegou.

O Jornal da Cidade decidiu encampar campanha de adoção de Tatu, de forma a estimular, também, a posse responsável. No final do ano, o bichinho ganhou um novo lar.

MAIS DENÚNCIAS

Para o delegado, a midiatização de casos extremos de maus-tratos, como o que ocorreu com o Tatu e aquele vira-latas em uma loja do Carrefour, em Osasco, no dia 28 de novembro deste ano, leva a população a denunciar mais, o que pode explicar o aumento entre 2018 e 2017.

Em contrapartida, a punição ainda é branda, fato que provoca reincidência. "Se a pessoa voltar a praticar o crime, também não terá uma pena punitiva a ponto não cometê-lo novamente", argumenta.

Atualmente, o crime de maus-tratos, previsto no artigo 32 da Lei n.º 9.605/98, tem pena de 3 meses a 1 ano de detenção, além de multa. Porém, o Senado Federal discute a possibilidade de tornar a legislação mais rígida neste sentido.

Facebook/Reprodução
Veterinária Mariana Motta dá dicas a donos

Cuidados com os pets

Parece inacreditável, mas muitos cuidados extremamente básicos não são tomados por proprietários de pets. Isso é o que constata a veterinária Mariana Motta, que já recebeu em sua clínica diversos casos que se enquadram em maus-tratos a animais. "É estranho alertar para que um proprietário dê água fresca e limpa para o seu animalzinho, mas isso ainda tem que ser falado", destaca.

Além disso, a veterinária dá outras dicas para os donos de pets. "Nessa época de calor, é importante lembrar de não caminhar com o seu cachorro e tomar cuidado para que ele não fique muito exposto ao sol. Animais com pelos longos precisam de maior atenção. É importante tosar, dar banho e não deixar criar nós", afirma. 

Mariana ainda relembra demais responsabilidades. "Ofereça ração ao seu cachorro, não deixe ele na chuva ou em locais muito frios, na época do inverno. Quando ele estiver passando mal, leve-o a um veterinário para medicá-lo e não o deixe solto na rua de modo a correr risco de atropelamento", finaliza.

 

 

Ler matéria completa
Mais notícias em Polícia
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo