Previsão do Tempo
Bauru
Política

Câmara tem 6 audiências públicas agendadas para os próximos 2 meses

Na volta das atividades parlamentares, foram protocolados os pedidos de audiência para debater desde a concessão de serviços ao andamento de obras

07/02/19 07:00
Thiago Navarro
Aceituno Jr.
Primeira audiência ocorrerá na Câmara de Bauru nesta sexta

A Câmara Municipal vai promover pelo menos seis audiências públicas nos próximos dois meses, com a intenção de discutir assuntos diversos, que vão desde a concessão de serviços públicos pretendida pelo governo até o andamento de obras. Já foram aprovadas quatro audiências e mais duas serão protocoladas na semana que vem. A primeira delas acontece já nesta sexta-feira, a pedido do vereador Sandro Bussola (PDT), para debater a proposta de concessão do aeródromo onde funciona o Aeroclube, com a contrapartida de revitalização do Centro da cidade a quem vencer a concorrência, que ainda está em fase de estudos no governo.

Esta primeira audiência ocorrerá na sexta-feira, às 15h, e foram chamados o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD), os secretários municipais de Obras, Ricardo Olivatto; de Planejamento, Letícia Kirchner; de Administração, David Françoso; de Finanças, Everson Demarchi; de Negócios Jurídicos, Toninho Garmas; e do Desenvolvimento Econômico, Aline Fogolin, e o presidente da Emdurb, Elizeu Eclair, além da procuradora-geral do município, Alcimar Mondillo. O procurador da República, André Libonatti, também recebeu o convite para o encontro.

MAIS

O vereador Sandro Bussola (PDT) ainda pediu mais duas audiências públicas, conforme o JC antecipou no mês passado. Uma delas será realizada no dia 13 de março, às 15h, para discussão do projeto de concessão da iluminação pública. Por fim, no dia 27 de março, no mesmo horário, está marcada audiência para discutir a destinação final do lixo do município e a Parceria Público Privada (PPP) que o governo pretende implantar. Em todas essas reuniões, o parlamentar destaca que ainda há muitas dúvidas e que pelo porte das alterações, o debate precisa acontecer diretamente com a população.

Outra audiência pública marcada é a que discutirá problemas da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Jardim Bela Vista, agendada para o dia 14 de fevereiro, às 14h30. O vereador Fábio Manfrinato (PP) pediu a audiência, com o secretário de Saúde, José Eduardo Fogolin, por conta de problemas estruturais da unidade e do anúncio de que a gestão passará a uma Organização Social (OS). Todas essas audiências já foram aprovadas em plenário e estão agendadas para ocorrer durante o dia, seguindo a determinação do presidente José Roberto Segalla (DEM) para que fossem evitadas reuniões no período da noite, como medida de contenção com horas extras pagas a servidores da Câmara.

OBRAS

O presidente da Comissão de Obras da Câmara, vereador Manoel Losila (PDT), vai pedir, na semana que vem, duas audiências públicas relacionadas com a sua área de atuação parlamentar. A primeira deve ser no dia 19 de fevereiro, às 15h, para debater o Plano de Mobilidade. O vereador lembra que todos os municípios precisam apresentar o Plano ao governo federal até maio deste ano, mas em Bauru o projeto ainda sequer foi encaminhado para a Câmara. A outra audiência que será chamada por Manoel Losila é no dia 12 de março, no mesmo horário, para debater mais uma vez os atrasos nas obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vargem Limpa, assunto que já foi discutido outras vezes, mas ainda tem pendências.

 

Ler matéria completa
Mais notícias em Política
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo