Previsão do Tempo
Bauru
Segundando

Adeus, agosto...

02/09/18 07:00
João Jabbour

Escrevo este artigo no último dia de agosto (31 - sexta-feira). É o mês mais temido do ano e, quem sabe, o mais injustiçado. Afinal, o que o simples encadear de dias e noites com um nome ao final do 30º ou 31º deles pode ter de tão cruel e ruim assim?

Uma colega da redação do JC, a Bia, garante que é o mês mais longo do ano. Ela não se sente bem em agosto. Por sinal, no dia 30 foi parar num Pronto Atendimento. Outros colegas fazem coro à desopressão contra o mês do cachorro louco.

Lula e o PT certamente têm fortes razões para considerar o mês, no mínimo, assombrado. No último dia de agosto (31), o ex-presidente da República, preso em Curitiba, teve sua candidatura à Presidência da República rejeitada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

E olha a maldição petista de agosto! Foi no mesmo 31 de agosto, só que de 2016, que o mandato de Dilma Rousseff foi cassado pelo Senado, um dos fatos mais importantes da política brasileira nos últimos tempos.

Agosto tem meia rima com desgosto, esgoto, escroto, encosto, mas nem por isso deveria carregar uma sina tão desagradável. Há fatos memoráveis neste mês. O aniversário de tanta gente, de Bauru inclusive...

Segundo a Revista Superinteressante, no século 16, época das grandes navegações, em agosto as caravelas iam ao mar. Assim, as namoradas dos navegadores nunca casavam neste mês já que, além de não poder desfrutar da lua-de-mel, poderiam passar rapidamente da condição de recém-casadas para a de viúvas. Segundo o escritor Mário Souto Maior, a tradição se consagrou com a frase "casar em agosto traz desgosto", que foi resumida para nossa conhecida "agosto, mês do desgosto".

E a fama de mês desajustado cresceu no século 20, graças a acontecimentos como o suicídio de Getúlio Vargas (24/8/1954) e a renúncia de Jânio Quadros (25/8/1961). O mês 8 da folhinha também registra para si a morte da Princesa Diana (31), de Elvis Presley (16), a morte de Juscelino Kubitschek (22), dentre outros. Dizem que foi no dia 1 de agosto que teve início a 1ª Guerra Mundial.

Por falar em guerra, em 1945 mais de 200 mil pessoas morreram em Hiroshima e Nagasaki, cidades destruídas pela bomba atômica, nos dias 6 e 9 do referido mês, durante a 2ª Guerra Mundial.

E a coisa vem de longe. No dia 24 de agosto de 79 d.C., o vulcão Vesúvio entrava em erupção, destruindo Pompeia. A cidade foi atingida por uma avalanche de lava a 160 km/h. Estima-se que milhares de pessoas tenham morrido instantaneamente na ocasião.

Mesmo assim, continuo achando um exagero crucificar agosto.

Tudo bem que há dois anos o então casal modelo da mídia televisiva nacional - William Bonner e Fátima Bernardes - anunciava a separação em um dia de agosto (29). Mas aí já é demais! Quanta gente se separa, mas também se casa em agosto.

Bem... Começou setembro.

Se você está lendo é porque sobreviveu a agosto.

Será que este mês 9, que traz a primavera toda assanhada e esbaforida, vai segurar a escalada do dólar que atingiu o auge em agosto? Será que ele lançará luz no teatro político e na consciência do eleitor que vai votar daqui a pouco mais de um mês? Conseguirá setembro mudar o astral da Bia? Passaremos 30 dias sem ter manchetes dolorosas em jornais?

"Quando entrar setembro// E a boa nova andar nos campos// Quero ver brotar o perdão// Onde a gente plantou// Juntos outra vez...", canta a plenos pulmões Beto Guedes, nos enchendo a alma e o coração de boas expectativas.

E a sequência que começa hoje é a Semana da Pátria. Um dos trechos do Hino da Independência diz o seguinte: "Não temais ímpias falanges// Que apresentam face hostil// Vossos peitos, vossos braços// São muralhas do Brasil". Parece que está falando de agosto, não é?

O refrão do Hino também poderia fazer referência a agosto, mas talvez, e agora falando sério, deva servir de inspiração para encararmos as agruras da crise brasileira e quem tenta nos colonizar em pleno século 21.

"Brava gente brasileira!// Longe vá... temor servil// Ou ficar a pátria livre// Ou morrer pelo Brasil".

Ler matéria completa
Mais notícias em Segundando
As mais compartilhadas no Face
Recomendado
voltar ao topo