Previsão do Tempo
Bauru
Entrelinhas

Entrelinhas

Alicerce

Fundamental para a manutenção e evolução das sociedades democráticas e pluralistas, o jornalismo é a fonte de informação dos fatos de interesse público, coletivo ou do cidadão, a quem também dá voz amplificada junto a toda sociedade.

Chancela

A credibilidade e a responsabilidade de quem assina a publicação, análise e opinião fazem toda a diferença, e cada vez mais assim será, não importa a plataforma. É justamente por aí e com o histórico que o Brasil vem vivendo nos últimos anos que o jornalismo comprova sua relevância.

'Jornalizar'

Em considerações sobre esse cenário, o diretor do Grupo Cidade e presidente da Associação Paulista de Jornais (APJ), Renato Delicato Zaiden, que agora, além dos principais jornais paulistas, também reúne importantes portais nas principais cidades do Estado, inclusive na Capital, assina tanto um editorial como publica um anúncio-manifesto onde defende a "jornalização" e o ato de "jornalizar", que se transformará numa grande campanha em rede como ferramenta de sustentação da democracia, interação e maior participação cidadã nas decisões de interesse público.

Contexto

Na mensagem, o Feliz Ano Novo é substituído pelo Feliz Ano News, ressaltando a importância do jornalismo para que o Brasil chegasse até aqui, virando o ano em direção a um 2019 com esperanças renovadas. O conteúdo está disponível no editorial da primeira página do JC de hoje e a mensagem geral pode ser conferida em anúncio na página 7.

Renovados

O primeiro dia do ano tem a posse dos novos governo federal e estadual e nos próximos dois meses também serão empossados os deputados federais e estaduais. A renovação política nas eleições do ano passado deu mais espaço para o pensamento liberal e colocou a esquerda como oposição, após um período em que esteve no poder.

Capitais

Nesta terça-feira, tomarão posse o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que substitui Michel Temer (MDB); e o governador João Doria (PSDB), que substitui Márcio França (PSB). No governo federal, Bauru terá o ministro da Ciência e Tecnologia, o astronauta Marcos Pontes, que vai ser empossado amanhã.

Deputados

Já a posse dos deputados estaduais acontece apenas em março. Pela primeira vez após muitas décadas, a cidade não contará com um parlamentar na Assembleia Legislativa, uma vez que Pedro Tobias (PSDB) não disputou a reeleição e Celso Nascimento (PSC) buscou um novo mandato, sem sucesso. Os mais votados em Bauru foram Fábio Manfrinato (PP), Suellen Rosim (Patriota) e Raul Gonçalves Paula (Podemos), mas todos ficaram como suplentes.

Federal

Se perdeu deputados estaduais, a cidade volta a ter deputados federais após 20 anos. Rodrigo Agostinho (PSB) foi eleito com mais de 100 mil votos, sendo 80 mil em Bauru e boa parte do restante em cidades da região. Ele toma posse no dia 1 de fevereiro. E o deputado federal Capitão Augusto (PR-SP) foi reeleito e está de mudança de Ourinhos para Bauru e será mais um deputado local em âmbito nacional.

Leia mais em Entrelinhas
voltar ao topo