Previsão do Tempo
Bauru
Tribuna do Leitor

Diálogo efetivo

Marjorie Rocha

Admiro a franqueza estampada em todas as palavras e gestos, temperada com a bondade de quem conhece o valor do apreço, a constância do afeto, e a singularidade da Alma que escuta e contempla. Cultivar a sensibilidade ao lado da Inteligência requer uma postura de sentir e perceber além da própria esfera de atuação. Lamentável constatar o quanto a maioria das pessoas sabe acumular informações inúteis e superficiais e dispensam um olhar mais apurado para as coisas que validam nosso sentido de existencialidade.

Estabelecemos contatos, conexões em rede... e compartilhamos compulsivamente, no entanto, não sabemos compreender e acolher aquilo que as outras pessoas desejam nos dizer, e ignoramos por completo que a verdadeira comunicação transcende o meramente intelectual/mental, e subjaz num campo infinito de possibilidades, que podemos chamar de diálogo efetivo, por meio do qual além de interagir com os neurônios, somos autores e receptores de mensagens que evidenciam nossa particular maneira de sentir e construir vínculos.

Leia mais em Tribuna do Leitor
voltar ao topo