Previsão do Tempo
Bauru
Tribuna do Leitor

'Obama no México'

Professor Gilberto Sidney Vieira

Em 16/04/2009, o presidente Obama empreendeu uma visita oficial à cidade do México, a bordo do Boeing 747 (presidencial). Voos de outras naves foram desviados ou cancelados. Miguel Angel Rodriguez e Luiz Alfonso Ramos Flores, fotógrafos profissionais, procuraram um lugar estratégico num terraço perto da pista do aeroporto para obter fotos do evento.

O Boeing presidencial desceria em alguns momentos. Antecipando a aterrissagem, helicópteros americanos, caças militares F-16 e um Boeing 557 (espião) vieram rastrear o local. As aeronaves se retiraram ao término da operação. Houve, então, o surgimento de 4 insólitas pequenas bolas metálicas. Miguel e Luiz iniciaram o trabalho fotográfico. As pequenas bolas metálicas se moviam num mesmo lugar, sem se deslocar. No entanto, assim que o Boeing presidencial se aproximou, as esferas desapareceram instantaneamente. Os 2 fotógrafos observaram que as esferas executaram manobras aerodinâmicas inteligentes. No dia 17/04/2009 (data de partida de Obama), os 2 fotógrafos chegaram adrede bem cedo ao aeroporto.

Novamente a equipe aérea militar marcou presença para rastrear meticulosamente a pista. Foram embora. Os 2 fotógrafos viram então o retorno das 4 esferas metálicas. Formavam um quadrado quase perfeito, sobre elas mesmas.

Aí o avião presidencial decolou. Quanto mais o Boeing 747 se afastava, menos visíveis as esferas ficavam. As fotos tiradas estão no "Google". Num documentário do History Channel (tv a cabo), de 21/02/2018, tais fotos também foram mostradas. Neste programa a ufóloga mexicana Ana Luisa Cid Fernandéz registrou sua opinião (baseada em pesquisa ufológica), sobre as 4 pequenas esferas metálicas. Segundo ela, tudo tem a ver com a engenharia reversa, praticada por militares americanos na Área 51 (a uns 130 km de Las Vegas, Estado de Nevada). A Área 51 foi criada pela CIA (Serviço Secreto norte-americano) em 1955, no auge da guerra fria.

É uma das instalações militares mais secretas do mundo. Só foi publicamente reconhecida pela CIA em julho de 2013, após solicitação por escrito de um cidadão que se estribou na Lei Federal de Liberdade de Informação, sancionada em 4/7/1964, pelo então presidente Lyndon Johnson.

Leia mais em Tribuna do Leitor
voltar ao topo