Previsão do Tempo
Bauru
Opinião

Alguma coisa está fora da nova ordem mundial

Said Yusuf Abu Lawi

Assistindo ao desespero de Donald Trump, da extrema direita Europa Unida e do submundo de Putin, resolvi raciocinar em termos geoeconômicos e realizar essa abordagem... para onde caminha a humanidade... aliás, curiosidade antiga!

Bom, aí resolvi trabalhar com a lógica e a primeira conclusão que cheguei é que estamos vivendo uma crise comportamental. Freud (1856-1939) e seu discípulo Jung (1875-1961) nos foram úteis enquanto puderam, mas em 1969, provavelmente, nasceu um vírus chamado Internet ou sistema global e aí, quem disse...

A partir dos anos 90, viralizou e cá estamos na era da informação instantânea, no Big Brother, já destacados tanto por Aldous Huxley quanto por George Orwell nas primeiras décadas do século passado. Então, caros leitores e leitoras, a questão é qual o padrão de comportamento humano ao qual nos referenciamos hoje... pergunto-me se existe...

Veja que interessante: o crime passou a compensar, pois sendo criminoso você estará sujeito aos holofotes da imprensa e isso é bom! Ainda mais se for conduzido pela Polícia Federal... chique, hein! Alguns que praticaram roubos de quantias estratosféricas vão para as audiências ou, se já condenados, para presídios de jatinho! Isso é fantástico!

E não é só no Brasil, não! Aliás, aqui reside um grande erro... é global! Em todos os países do mundo escândalos estão pipocando e a práxis tem sido a mesma: fama para os politicamente errados! Fraudar, roubar, ludibriar, levar vantagem em tudo, certo! ... está na moda ... na ordem mundial! Até juízes e procuradores adoram esse status de justiceiro, pois também aparecem na mídia, nos holofotes... para mostrar aos filhos e netos a suposta fama. Como fui âncora de programas televisivos durante aproximadamente dez anos, sei bem o que se passa no íntimo dos entrevistados diante da telinha!

Pois bem, então temos comportamentos individuais esdrúxulos que estão gerando desdobramentos indesejáveis, mas talvez necessários caso haja interesse por parte da raça humana em evoluir a espécie. No macro, o que temos são sociedades disputando, através do poder econômico, espaços no cenário planetário... América, Europa, Rússia, China, Japão e Índia são as principais pecinhas do War... saudades desse jogo de entretenimento da Grow Games lançado no Brasil em 1972 e que agora temos em versão digital.

Mas vamos ao que interessa! Ou seja, o padrão de comportamento humano! A China tornou-se em uma das economias de mais rápido crescimento no mundo sendo o maior exportador e o terceiro maior importador de mercadorias do planeta. O país tem sido considerado uma superpotência emergente e sua importância como uma grande potência é refletida através de seu papel como segunda maior economia do mundo. Para ajudar, o país é reconhecido como uma potência nuclear, além de possuir o maior exército do mundo em número de soldados e o segundo maior orçamento de defesa e nada mais nada menos do que 1,4 bilhões de habitantes.

Por sua vez, a Índia é uma república composta por 28 estados e sete territórios da união, com um sistema de democracia parlamentar. O país é a sétima maior economia do mundo em Produto Interno Bruto (PIB) nominal, bem como a terceira maior do mundo em PIB medido em Paridade de Poder de Compra. As reformas econômicas feitas desde 1991 transformaram o país em uma das economias de mais rápido crescimento do mundo embora ainda sofra com altos níveis de pobreza, analfabetismo, violência de género, doenças e desnutrição mas que já estão começando a ser devidamente ajustadas para um padrão satisfatório. Necessário frisar que trata-se também de 1,3 bilhões de habitantes.

Por isso que é uma questão numérica! Hoje temos 2,7 bilhões de sino hindus em um planeta de 7,5 bilhões de habitantes. Em 2050, considerando Malthus, bem provável 3 bilhões de sino hindus para os 10 bilhões de terráqueos previstos pela Nações Unidas, ou seja um terço da população mundial. Por conta dos números dá para entender que o padrão de comportamento da raça humana será fortemente influenciado por essas duas sociedades orientais o que não será ruim...pelo contrário!

China e Índia são sociedades milenares e altamente disciplinadas que tem como premissas o respeito à família, aos pais, a hierarquia e as experiências. Chineses calcados na filosofia de Confúcio e os hindus totalmente escorados em Brâman, ambas não somente com consistências em doutrinas ou práticas religiosas mas em regras morais para a vida social. Aliás reparem no seguinte: como é que eles conseguem manter tamanha população e nós, aqui no berço esplêndido sequer conseguimos dar uma vida digna a 200 milhões de brasileiros!

Americanos, europeus, russos e brasileiros: sejam todos bem-vindos à Nova Ordem Sino hindu Mundial!

O autor é doutor pela USP, mestre pela Unesp e jornalista profissional.

Leia mais em Opinião
voltar ao topo